.
.

Notícia da Cidade do Paulista!

.

O Estado e o dever da Democracia.


 

 

Foto: Equipe Cidade de Todos

Foto: Equipe Cidade de Todos

Por: Lásaro Trajano.  

    Janeiro de 2017 marca o início de um novo ciclo para alguns municípios e continuidade para outros, dia 01 de janeiro os municípios tiveram empossados prefeitos e vereadores que governarão por quatro anos, esses foram eleitos pelo voto do povo, sendo as eleições consideradas por muitos o apogeu do exercício da democracia onde o povo escolhe através do voto único, intransferível e secreto aquele que o representará e governará seu município. Seria exatamente as eleições momento único da democracia, ou seria uma etapa, onde toda a liberdade de expressão faz parte desse regime político, originária do grego antigo demokratia “Governo do Povo”, a democracia é até hoje o melhor regime político para uma nação.

    A magna carta de 88, exemplo de cidadania, traz em seu escopo a dignidade da pessoa humana, dignidade exercida por relacionamento reciproco de cidadãos, dignidade essa adquirida através do Pacto de San José da Costa Rica, onde países americanos são signatários, entre eles Brasil e Cuba, esse último teve manchetes estampadas em vários periódicos, a prisão de um grafiteiro que logo após a morte do líder político cubano Fidel Castro, “El Sexto” como é conhecido o artista plástico, grafitou em alguns prédios públicos “Se Fue” (Foi-se, em Espanhol), o interessante é que esse dano ao patrimônio público em Cuba é punido com multa de 100 a 200 pesos cubanos, e até a presente data o “El Sexto” ainda não foi julgado, por motivos simples, afirmou a mãe do grafiteiro, o grafite tem forte críticas ao ditador cubano, Fidel passou 32 anos com ditador cubano. Lembra a mãe que o jovem foi tirado do seu quarto sob golpes, sendo arrastado para a rua e levado para a prisão. Teria esse jovem grafiteiro sido protegido pelo Estado, teria Cuba colocado em pratica a convenção americana de Direitos Humanos, infelizmente esse jovem foi agredido pelo Estado, sem nenhum exercício do Devido Processo Legal, ampla defesa e contraditório, ele foi tratado com um criminoso por exercer outro princípio fundamental a Liberdade de Expressão, é lamentável que em pleno século XXI países adotam um regime político antidemocrático, onde não ser de acordo com a política estatal é crime grave e inafiançável, onde direitos fundamentais são subtraídos de forma mais pérfida possível.

    Espera-se que nesse novo ano e momento de renovação política, Jovens como “El Sexto” tenham preservados o que há de mais importante: “A Dignidade da Pessoa Humana”.

 

Reviews

  • Total Score 0%
User rating: 0.00% ( 0
votes )



Comentários no Facebook