.
.

Notícia da Cidade do Paulista!

.

Câmara dos Vereadores do Paulista recebe audiência pública para discutir a Reforma da Previdência


   foto audiencia

 

   Hoje pela manhã ocorreu na Câmara Municipal dos Vereadores do Paulista, uma audiência pública sobre a Reforma da Previdência a qual reuniu membros de entidades sindicais. Compuseram a mesa, Dr Ney Araújo (Presidente do Instituto dos Advogados Previdenciários de Pernambuco), Kaline Sena (Assistente Social do INSS de Paulista), José Gilberto (Presidente da Federação dos Aposentados de Pernambuco), Luiz Adalberto (Representante da Confederação Brasileira dos Aposentados), Israel Torres (Presidente da Nova Central Pernambuco) e o vereador e presidente da Câmara Municipal dos Vereadores do Paulista, Fábio Barros. Também estiveram presentes os vereadores, Tonico, Nildo Soldado, Edmilson do Pagode, Piroca, Irmã Iolanda, Pedro Marinho, Márcio Freire, Eudes Farias, Evanil Belém, Dr Vinícius, Alemão e Edinho.

   O debate teve início às 10h00min com a palestra do Dr. Ney Araújo que criticou a Reforma da Previdência (PEC 287) e o que ela pode vir causar caso seja aprovada. Falou que “A reforma previdenciária foi trazida como argumento de que a previdência social é deficitária”.  Ney finalizou dizendo, “A única coisa que mete medo em político é o povo na rua”. Após sua declaração, a plateia se manifestou com gritos de ‘Fora Temer’ e aplausos. O debate seguiu com as participações dos convidados que formaram a banca e em seguida os vereadores iniciaram seus discursos. O primeiro foi o vereador Tonico Valpassos que se posicionou contra a reforma da previdência e falou que se o povo não for às ruas, a Lei Áurea será revogada pelo Congresso Nacional. Tonico ainda declarou que votará contra se o governo trouxer algum projeto que não beneficiar o professor e o trabalhador. Durante o debate houve também momentos de troca de farpas, o vereador Pedro Marinho critica a postura de Tonico dizendo que o mesmo misturou as coisas por ter falado sobre a Terceirização, onde o assunto abordado seria a Reforma da Previdência. Desta vez, a plateia se manifestou contra o vereador Pedro Marinho que durante seu discurso foi vaiado.

   O debate também contou com a participação do Presidente do Sindicato dos Professores do Paulista, Gilberto Sabino que trouxe ao debate a questão local, citando sobre o cálculo atuarial  da Previdência Municipal que está com um rombo. E em 2013, o SINPROP levou a denúncia ao Ministério Público solicitando a auditoria. Gilberto pede a Câmara dos Vereadores que se instale no Fundo de Previdência do Município, uma auditoria para fiscalizar e saber o porquê está quebrado na casa dos milhões, como começou e responsabilizar os culpados. E por fim, o presidente da Câmara dos Vereadores, Fábio Barros fez suas considerações finais, agradecendo a presença de todos que estiveram presentes.

gilberto câmara

Reviews

  • Total Score 0%
User rating: 0.00% ( 0
votes )



Comentários no Facebook