.
.

Notícia da Cidade do Paulista!

.

Entrevista com o Prefeito Júnior Matuto


     

matuto

(foto: Sergio Bernardo/ JC Imagem)

      Devido a conjuntura política atual da cidade do Paulista, em decorrência da possível cassação do atual prefeito Junior Matuto, os paulistenses começam a se questionar sobre novas possíveis eleições. Pensando nisso, nós do Cidade de Todos, começamos hoje uma série de entrevistas com os antigos e novos possíveis candidatos a uma nova eleição com o objetivo de sanar dúvidas de todos os eleitores do município do Paulista.

      Para iniciar as entrevistas, conversamos primeiramente com o próprio Junior Matuto sobre diversos temas: Segurança, violência, o cenário político atual, planos futuros e alguns outros fatores que acreditamos ser fundamental.

      De início, conversamos sobre uma problemática que vem afetando os moradores de uma forma geral: os buracos. Devido às fortes chuvas, diversas vias ficaram em estado gravíssimo, prejudicando aqueles que trafegam com carro ou até mesmo com ônibus. Em decorrência disso, o prefeito nos afirmou que está concluindo uma licitação para iniciar a operação Tapa Buraco. Ainda sobre o assunto, Matuto falou que no início do ano foi feita uma manutenção nas galerias, nos bueiros visando as chuvas do mês de inverno.

      Quando questionamos sobre essa onda de violência e a sensação de falta de segurança – Mês passado houve o recorde de assalto a ônibus no dia, um total de vinte e dois ônibus – Junior Matuto colocou que, em parceria com o Governo do Estado, está trabalhando para resolver esse problema de forma preventiva: “Implantamos dezoito câmeras aqui na cidade, fizemos uma sala integrada de vídeo monitoramento. Em parceria com a prefeitura, o Governo do Estado, através do Décimo Sétimo Batalhão disponibilizamos um prédio público para ser instalado e ter esse centro intrigado de segurança. ”

      Ao conversamos sobre política, o prefeito Junior Matuto respondeu perguntas sobre boatos a respeito de sua possível candidatura a Deputado Federal para o ano de 2018: “Nosso compromisso primordial é com Paulista, mas isso não impede de eu estar me inviabilizando. Eu gosto muito, na verdade, é ter o direito de escolha. Eu sou apenas uma engrenagem um pouco maior desse grupo. Ninguém só vai a lugar algum sozinho. Eu dependo de um grupo que a gente vai consultar, eu dependo do governador, tem uma série de variáveis. O que for melhor para Paulista, para Pernambuco nós estamos nos apresentando aqui como soldado para cumprir a tarefa. ”

      Ainda sobre política, devido as acusações do abuso de poder econômico, o prefeito respondeu às perguntas sobre sua possível cassação com um ar irônico: “Não sou muito de ir à Igreja, mas eu não perco a fé. Aqui sempre teve essa cultura de alguns atores políticos não respeitarem as urnas, o sentimento do povo, a democracia. A expectativa pelo o poder fortalece mais do que o poder. “ Sobre ter o apoio total de Câmara dos Vereadores, até mesmo que políticos que não o apoiaram na corrida para a reeleição – o que torna esse fato um pouco estranho – Matuto disse que tudo isso é fruto do seu trabalho. Quando o assunto da cassação surgiu, o atual presidente da Câmara dos Vereadores do município do Paulista, Fábio Barros, tornou-se uma figura mais presente ao lado do prefeito. Quando questionado sobre o vereador Fábio Barros ser o possível candidato pelo o partido PSB para prefeito do Paulista, Junior Matuto disse isso está fora de cogitação: “Isso é uma pauta que está fora de cogitação. Não dar para tomar o remédio antes de adoecer. ”

      Essa foi a primeira entrevista da série com os antigos e futuros possiveis candidatos à prefeitura do Paulista. Com o Juiz da 12ª da Zona Eleitoral, em Paulista, Leonardo Asfora, decretando a perda do mandato do prefeito e vice-prefeito em Junho, por abuso de poder econômico em pleito de 2016, o assunto sobre uma nova eleição tornou-se frequente.

Reviews

  • Total Score 0%
User rating: 0.00% ( 0
votes )



Comentários no Facebook